Sporting Forever

Todos nós já reparamos nas logomarcas que os jogadores usam em seus uniformes, seja o esporte que for. Já vimos também divulgações de marcas nos painéis laterais de estádios e arenas, nos painéis atrás dos jogadores quando dão entrevistas, e em vários outros lugares.

Constantemente vemos essas propagandas, mas você sabe para quê elas servem e qual sua importância? 

Chamado de Marketing Esportivo, ou marketing do esporte, esse filamento da área é responsável por muito mais do que imaginamos.

Uma área complexa que vem sendo reconhecida e crescendo no mercado cada vez mais.  

Juntando consumo e paixão, o marketing esportivo consegue inovar as ideias de comercialização, trazendo muito lucro aos envolvidos.

Venha entender tudo sobre marketing esportivo, como ele funciona, quais são seus métodos e qual sua importância.

O que este artigo aborda:

Tudo sobre marketing esportivo: +6 estratégias
Tudo sobre marketing esportivo: +6 estratégias
Pin It

O que é marketing esportivo?

Antes de mais nada, vamos entender o que é o Marketing: a grosso modo, podemos dizer que é uma estratégia para aprimorar os lucros de determinada empresa, que se baseia em entender as necessidades de seu público-alvo e criar um mercado propício para faturamento. 

Agora que sabemos o que é marketing esportivo, vamos entender como isso funciona dentro do mundo dos esportes.

O marketing esportivo tem por principal objetivo aproximar o público torcedor de seus times e jogadores, criando-se um vínculo, uma conexão sentimental, cativando o torcedor a torcer ainda mais por seu time. 

Desse modo, estimula-se o consumismo deste torcedor por artigos relacionados à seu time, assim aumentando o faturamento de empresas esportivas envolvidas. 

O marketing esportivo une consumo e paixão para beneficiar todas as partes envolvidas. Ele traz uma nova maneira de enxergarmos o mercado esportivo, com novos métodos de otimização de vendas, e apesar de ser um novo método, já provou o seu valor. 

Diferença entre o Marketing esportivo e os outros filamentos de Marketing

Como falado anteriormente, o marketing se resume a uma estratégia de vendas onde a demanda do mercado-alvo é analisada com o fim de aumentar o faturamento de um produto específico.

Um tempo atrás, quando se falava de marketing, estava se falando sobre anúncios feitos em jornais e propagandas que se passavam na TV, panfletos distribuídos nas ruas e outdoors espalhados pela cidade.

Hoje em dia todas essas coisas ainda se encaixam no campo de marketing, porém com a chegada da internet o significado de marketing se expandiu demasiadamente.

Anúncios online, propagandas em redes sociais, compras e encomendas feitas pela internet, social selling, e muitas outras coisas que hoje facilitam o consumo das pessoas.

Logo, com a finalidade de se analisar os diferentes mercados de forma personalizada, entendendo a fundo a necessidade de cada um, o marketing se dividiu em alguns filamentos, tais como:

  • Marketing digital;
  • Outbound marketing;
  • Inbound marketing;
  • Marketing de conteúdo, guerrilha e relacionamento;
  • Geomarketing;
  • Marketing esportivo;
  • E muitos outros.

A diferença gritante entre todos esses tipos de marketing para o esportivo é a forma de como este usa a emoção, a paixão dos torcedores por seus times.

Pensando num evento grande, como a Copa do Mundo, é possível enxergar como o vínculo afetivo do brasileiro pela CBF o faz consumir mais produtos, como bandeiras, camisetas, etc.

Lojas com esses itens então irão usar a Copa como um gancho para levar o cliente à compra (estratégia de marketing esportivo).

Contudo, não podemos esquecer que o marketing ainda é um trabalho direcionado à pessoas, então deve haver uma certa cautela com as publicidades feitas, incluindo o marketing no esporte.

Por exemplo, quando anúncios de cigarros foram proibidos nas televisões, ou ainda quando se gera gatilhos mentais no marketing médico.

Como o marketing esportivo funciona?

Assim como os outros tipos de marketing, o esportivo acompanha as tendências dentro da sociedade esportiva brasileira, e desenvolve assim diversos tipos de estratégias.

Portanto, vamos ver a importância do marketing esportivo na prática: 

Programa Sócio-Torcedor

Este programa serve para aproximar o torcedor de seu time, onde os clubes conversam com seus sócios e os fidelizam.

É uma maneira de “agradecer” ao torcedor pelo seu apoio, já que o programa disponibiliza pequenas recompensas para os torcedores. 

Patrocinadores

A busca por patrocínio é uma das ações mais comuns dentro do marketing esportivo, mas uma das mais importantes também, pois para qualquer campanha que o clube for fazer junto de sua equipe de marketing, eles precisam de verba.

Normalmente as marcas patrocinadoras aparecem em fundos de entrevistas e nas malhas dos uniformes dos jogadores. 

Causas Sociais

Uma tendência que está ganhando força no marketing esportivo é o envolvimento de clubes em causas sociais, uma vez que isso melhora sua imagem e ajuda na fidelização de torcedores.

Por exemplo, quando jogadores incentivam fãs mirins a seguirem carreira no futebol. E indo mais além, temos a campanha da Penaulty e EC Vitória, que se popularizou por pedirem a seus torcedores que doassem sangue, e retiraram a cor vermelha do uniforme, que foi voltando gradativamente conforme a meta de doações foi sendo batida.

Realidade Virtual

Esta é considerada uma ferramenta revolucionária dentro do marketing, pois ao invés das marcas interromperem o cliente em potencial com anúncios, é mostrado a ele uma outra realidade, com a qual ele pode interagir, chamando sua atenção e despertando seu interesse.

Licenciamento

Esta ação tem o intuito de aumentar o percentual de vendas através da associação da marca de uma organização esportiva com produtos de um fabricante.

Essa organização dá o licenciamento a esse fabricante, de modo temporário, para que aconteça a produção e a venda de itens como bandeiras, canecas, bonés, camisetas, e vários outros.

A organização terá um faturamento de acordo com o percentual de vendas dos produtos.

ESports

Esses esportes são jogos de videogame e computadores que vem ganhando espaço e reconhecimento dentro do mundo de esportes, já tendo campeonatos de alcance nacional, como o CBLol.

É um ramo inteiro que o marketing esportivo pode explorar.

Como ser um profissional do marketing do esporte?

Por ser um ramo do marketing em crescimento, cada vez mais profissionais têm se voltado para o marketing esportivo.

Este é um cargo dentro da área de marketing que é muito bem remunerado, já que o mercado de esportes brasileiro é um dos que mais movimentam dinheiro no país.

Há diversas maneiras pelas quais alguém consegue ingressar na área. A mais comum é concluir sua formação em marketing e então fazer uma especialização na área de esportes.

O estudante pode também optar por se graduar em Administração de Empresas, que lhe oferece um olhar mais amplo sobre o mercado e que trabalha mais as soft skills que tem uma importância exuberante sobre o marketing de esportes, seriam elas: liderança, organização, acompanhamento de tendências de mercado e boa comunicação.

Ainda existe mais uma possibilidade: o MBA em Marketing Esportivo, que possibilita que o profissional tenha seu próprio negócio de marketing na área de esportes.

Ele é voltado para pessoas graduadas em diversas áreas, como Marketing, Administração, Publicidade e Propaganda e Jornalismo.

Este profissional pode ser contratado para trabalhar para marcas de esportes, clubes de futebol e outros esportes, atletas, pode abrir sua própria agência, prestar consultoria, ou fazer parte de uma equipe promotora.

Seu trabalho consiste em criar estratégias para aumentar o consumo do público em produtos relacionados com seu contratante, aumentando assim seu lucro. 

Por fim, veja o vídeo do canal EntreLinhas Marketing para saber tudo sobre marketing esportivo.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse